Arquivo da tag: Enterprise Integration Patterns

Event Driven Architecture (Parte 2)

Olá pessoal!

No post anterior vimos alguns conceitos de Event-Driven Architecture e como seria sua arquitetura de referência. Neste veremos as possíveis realizações de tal arquitetura de referência e também iremos conferir alguns princípios que devem ser levados em consideração ao se fazer o design deste tipo de arquitetura.

Vamos começar então pelas possíveis utilizações de uma Event-Driven Architecture. No livro Event Processing: Designing IT Systems for Agile Companies são relacionadas três principais cenários: Disseminação de Informação, Conhecimento de Situação e Integração de Aplicações. Cada possível utilização demanda uma forma distinta de implementação da arquitetura de referência vista. Vejamos cada uma delas a seguir.

Continue lendo

Event Driven Architecture (Parte 1)

Olá pessoal!

Neste post veremos um conteúdo bastante interessante. Se você busca um estilo arquitetural que proporcione benefícios para sua organização como execução de processos de negócio em menor tempo, agilidade em resposta às mudanças e disponibilidade de informação para tomada de decisão, então você deveria dar uma olhada em “Event Driven Architecture”.

Neste artigo entenderemos o conceito de eventos e eventos de negócios, veremos porque uma arquitetura orientada a eventos é importante e como tal arquitetura se realiza de forma lógica. Já na parte 2 desta série, veremos como a arquitetura lógica vista aqui se realiza fisicamente (quais são os produtos envolvidos) e alguns princípios que devem ser considerados ao se estabelecer tal arquitetura.

Continue lendo

Enterprise Integration Patterns

Olá pessoal!

Muito dificilmente você ainda não ouviu falar do livro Enterprise Integration Patterns, de Gregor Hohpe e Bobby Woolf, com prefácio e contribuição de Martin Fowler. Trata-se de excelente livro sobre integrações, mais especificamente sobre padrões de integrações corporativas, como o próprio título enuncia. O livro aborda padrões de integração amplamente vistos no mercado e explica porque a Mensageria (Messaging) é, dentre eles, o que melhor endereça diversos aspectos que devem ser levados em consideração ao estabelecer integrações confiáveis. Os autores ainda consideram que apesar desta ser uma abordagem amplamente indicada, ela é igualmente pouco conhecido ou aprofundado pelo mercado, e é justamente essa a motivação para que a maior parte do livro discorra sobre os diversos padrões relacionados à mensageria, como por exemplo: Guaranteed Delivery, Message Broker, Message Bus, Publish Subscribe Channel, Request-Reply e diversos outros.

Continue lendo